Galeria da Inquisição de Córdoba

Galeria da Inquisição de Córdoba

A Galeria da Inquisição de Córdoba expõe instrumentos de tortura utilizados pelos tribunais penais dos séculos XIII e XIX para interrogar e executar os suspeitos de heresia.

A exposição

Em pleno bairro judeu de Córdoba está a Galeria da Inquisição, também conhecida como a Galeria da Tortura. Trata-se de uma coleção privada que expõe todo tipo de instrumentos de tortura utilizados durante 700 anos para interrogar e executar cidadãos perseguidos por heresia.

Instrumentos de tortura como o esmagador de cabeça, jaulas de exibição, chicotes ou cadeiras que espetam eram usados pelos tribunais da Inquisição para realizar os “julgamentos” desde o século XIII ao XIX. Na Galeria da Inquisição, podemos ver um banco da tortura, o instrumento mais utilizado, assim como mecanismos próprios de cada país, como a “dama de ferro de Nuremberg”.

O museu reúne instrumentos em várias salas, junto a painéis explicativos sobre sua forma de uso e o delito que levava ao seu uso. Os delitos mais perseguidos eram heresia, bruxaria, homossexualidade, blasfêmia ou bigamia.

Interessante, mas prescindível

A Galeria da Inquisição é uma exposição recomendável se você vai estar vários dias na cidade e se interessa por história. O melhor é deixar sua visita para depois de ver todos os museus e monumentos imprescindíveis de Córdoba.

Horário

Todos os dias das 10:30 às 20:00 horas

Preço

Entrada geral: 3 euros.
Menores de 10 anos: entrada gratuita.

Transporte

Ônibus: linhas 3 e 16.